Loading the future




Caso existissem d√ļvidas em rela√ß√£o √†s vantagens da utiliza√ß√£o de carros el√©tricos para a diminui√ß√£o dos n√≠veis de CO2, o estudo revelado pela Federa√ß√£o Europeia de Transportes e Ambiente, T&E, vem comprovar que um carro el√©trico produz tr√™s vezes menos di√≥xido de carbono comparativamente a um carro movido por combust√≠veis f√≥sseis, o que √© equivalente a menos 66% a 68%, dependendo do tipo de combust√≠vel utilizado pelas viaturas n√£o el√©tricas.

Considerando v√°rios fatores comparativos, como um autom√≥vel de m√©dia capacidade, com emiss√Ķes m√©dias associadas √† produ√ß√£o e distribui√ß√£o de eletricidade em Portugal, 225 mil quil√≥metros e o facto de ter uma bateria produzida com reduzidas emiss√Ķes de carbono, prev√™-se que um autom√≥vel el√©trico emitiria 18,1 toneladas de CO2, enquanto um autom√≥vel a gas√≥leo e gasolina emitiram 52,5 toneladas e 57 toneladas, respetivamente.

Os benef√≠cios da mobilidade el√©trica superam em v√°rios aspetos os ve√≠culos movidos a combust√≠veis f√≥sseis e √© nesse sentido que a ind√ļstria autom√≥vel est√° a alterar os seus processos produtivos, por forma a colocar no mercado mais ve√≠culos amigos do ambiente. Na pr√≥xima d√©cada, e, segundo estima a T&E, os autom√≥veis el√©tricos aumentar√£o at√© 30 vezes a sua presen√ßa na Europa.

Par Francisco Ferreira, presidente da Associa√ß√£o Zero, os objetivos da Uni√£o Europeia com base no Pacto Ecol√≥gico Europeu, passam por reduzir, de forma gradual, at√© 2035, os carros a gas√≥leo e a gasolina para que haja uma mobilidade de zero emiss√Ķes. Para que isto seja poss√≠vel ter√° de haver um maior incentivo para a compra destes ve√≠culos el√©tricos.

A Federa√ß√£o Europeia de Transportes e Ambiente, conclui ainda que a mobilidade el√©trica e a consequente utiliza√ß√£o dos carros el√©tricos, ir√° reduzir at√© quatros vezes mais as emiss√Ķes de di√≥xido de carbono at√© 2030.

Fonte: estudo